Não culpe pessoas, culpe processos

Li recentemente o livro "Scrum: a arte de fazer o dobro do trabalho na metade do tempo" e a frase "Não culpe pessoas, culpe processos" me chamou a atenção. Precisei compartilhá-la. 

 

Percebi que os problemas financeiros de uma empresa muitas vezes nem são causados por pessoas, mas sim pelos processos adotados por elas no dia a dia do empreendimento. 

 

Um controle financeiro bem elaborado ajuda a planejar o futuro da empresa. Não importa qual processo você utiliza, o mais importante é fazê-lo. 

 

Convido para a leitura do texto “Não culpe pessoas, culpe processos”, que fará você ter uma visão diferente sobre a importância de reservar um momento do dia para organizar tudo. 

Não culpe pessoas, culpe processos - CTA

Eu também sei que executar isso por conta própria pode conflitar com os afazeres diários que a vida de empresário exige. O pouco tempo também deixa o processo ainda mais lento. 

 

Por isso, a Assessorplan tem processos bem definidos para que sua empresa não corra o risco de enfrentar imprevistos com problemas ligados a finanças. Caso precise de alguma ajuda, conte comigo para auxiliar.

 

Um forte abraço e até a próxima.

 

Não culpe pessoas, culpe processos

 

Os problemas financeiros de uma empresa muitas vezes nem são causados por pessoas, mas sim pelos processos adotados por elas no dia a dia do empreendimento. Alguns fecham as portas antes mesmo de conseguirem se consolidar por falta de planejamento. Uma frase que se encaixa muito bem no que busco explicar é "Não culpe pessoas, culpe processos", retirada do livro "Scrum: a arte de fazer o dobro do trabalho na metade do tempo".

 

Para situar o leitor quanto ao significado de Scrum, se trata de metodologia aplicada para projetos complexos e trabalha com três pilares fundamentais: Transparência: todos sabem os processos, requisitos e o andamento do serviço; Inspeção: há o acompanhamento contínuo do que está sendo feito; Adaptação: o produto é adaptado sempre que o cenário muda.

 

Mas agora voltemos aos processos.

 

Um controle financeiro bem elaborado ajuda a planejar o futuro da empresa. Não importa qual processo você utiliza, o mais importante é fazê-lo. Seja a papel e caneta em cadernos de anotação, numa planilha em seu computador ou com um programa de gestão específico. 

 

Disciplina em primeiro lugar

 

Reserve um momento do dia para organizar tudo, sem atropelos e interrupções. Faça o registro diário de entradas e saídas e projete os pagamentos e recebimentos futuros. Não ignore nada, nem mesmo os gastos ocultos e as menores despesas.


É normal que surjam dificuldades no início do controle, contudo o preenchimento correto dos dados assegura informações concretas que permitem traçar estratégias bem-sucedidas ao crescimento da empresa.

Atenção ao fluxo de caixa

 

Analise o saldo diariamente se preparando ao que está por vir. Contas futuras, valores que estão por entrar, identifique eventuais problemas no fluxo de caixa. Não deixe o dinheiro acabar, prejudicando honrar compromisso com fornecedores. Lembre-se de ter um capital de giro condizente com a necessidade da empresa em caso de situação deficitária. Se o resultado for o oposto, com superávit, avalie qual o melhor investimento no negócio. 

 

Fazer tudo isso por conta própria pode conflitar com os afazeres diários que a vida de empresário exige. O pouco tempo também deixa o processo ainda mais lento. 

 

A Assessorplan tem processos bem definidos nas áreas de contabilidade, assessoria fiscal, trabalhista e administração de empresas para que o estabelecimento não corra o risco de enfrentar imprevistos com problemas ligados a finanças. Confiar no escritório é ter a garantia de praticidade e eficiência no acesso a dados estratégicos.